Como funciona o ranking protegido?

O que acontece com o ranking dos jogadores que ficam fora da temporada por períodos prolongados por conta de lesões ou doenças? Como eles podem entrar no chaveamento dos grandes eventos depois de sua volta? O Ranking Protegido (PR) é um recurso do sistema de ranking do ATP que opera nesses casos. É crucial saber que o Ranking Protegido só pode ser usado por um jogador se sua lesão o impede de disputar qualquer torneio por pelo menos seis meses.

Vamos considerar o exemplo de Juan Martin Del Potro, que tem tido uma sequência bem impressionante após seu retorno em 2017 depois de passar por múltiplas lesões no pulso. O ranking de Del Potro quando ele retornou para o tour estava na casa do 160. Isso porque ele recorreu ao Ranking Protegido. Se ele não tivesse solicitado isso, seu ranking teria despencado para 400. 

Qualquer jogador lesionado que tenha ciência de que sua inoperância vai se estender por seis meses ou mais deve, primeiro, apresentar um pedido de Proteção de Inscrição e endereçá-lo ao Diretor Executivo e ao Presidente da entidade. Esse pedido deve ser recebido pelas autoridades competentes dentro de 6 meses a contar do último torneio que o jogador lesionado disputou.

ranking de tênis

O jogador, então, recebe um lugar no ranking baseado em seu ranking médio nos três primeiros meses de sua lesão. Com base nesse ranking, o jogador pode ter a chance de se qualificar para o chaveamento principal dos principais eventos. Um ponto significante a se destacar é que o jogador não é considerado um jogador qualificado independentemente de seu ranking se ele vier a entrar num torneio após sua lesão. 

A Proteção de Inscrição é considerada válida por um período de nove meses assim que o jogador voltar para o tour ou pelos nove primeiros torneios dos quais ele participar. Se o jogador estiver fisicamente lesionado e não puder jogar por pelo menos um ano, o ATP declara o seguinte:

Se um jogador estiver fisicamente lesionado e não puder competir em qualquer evento de tênis por um período de doze (12) meses ou mais, a proteção de inscrição deverá entrar em vigor pelos doze (12) primeiros torneios de simples e pelos doze (12) primeiros torneios de duplas que o jogador disputar usando a proteção de inscrição (excluindo curingas e inscrições que se deem por uma aceitação direta com sua posição atual no Ranking do Emirates ATP) ou pelo período de até doze (12) meses a contar do primeiro evento de tênis, incluindo Eventos Especiais – Exibições, nos quais o jogador competir, o que ocorrer primeiro.

No tênis feminino, o Ranking Protegido é conhecido como Regra do Ranking Especial (SRR, na sigla em inglês). A regra é basicamente a mesma do ATP. O SRR pode ser usado por uma jogadora somente se ela ficar lesionada por pelo menos seis meses e por um máximo de 2 anos. O segundo critério de elegibilidade para o SRR é que quando a jogadora deixar o tour por conta da lesão, nesse ponto, ela deve estar classificada dentro do Top 300 no simples e dentro do Top 200 nas duplas. 

A jogadora pode usar seu ranking especial em 8 torneios que ela disputar dentro de um ano após seu retorno. Outra regra desta classe é que a jogadora pode jogar quaisquer 2 Torneios 2 Premier Obrigatórios e quaisquer 2 Grand Slams usando seu ranking especial.

Quando um jogador retorna ao tour após um longo período de lesão, ele/ela pode não gostar da sigla PR ao lado de seu nome, mas ele certamente vai agradecer a ajuda dessa regra na hora de entrar nos principais torneios para ter a chance de testar suas habilidades renovadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2023 Efbet 365