Que parte do campo de críquete é coberta antes da partida?

O tratamento de um campo de críquete é uma técnica bastante artística. Os tratadores precisam considerar o clima, a bola de cortiça e as quantidades variáveis de areia e grama para tornar o campo adequado para o jogo.

Depos que o campo é tratado, a fim de evitar que qualquer fator externo prejudique sua qualidade, os responsáveis pela manutenção cobrem o campo. A Lei 10 das Leis do Críquete sugerem que, quando possível, o pitch e uma área de 1,2 metro além dele sejam cobertos. Sempre que possível, a área de corrida dos arremessadores também deve ser coberta.

Em dia de jogo, a cobertura deve ser removida. A cobertura deve ser removida obrigatoriamente antes do cara-ou-coroa para que ambos os capitães possam inspecionar o campo. Com base nessa inspeção, os capitães decidem se seria mais sábio rebater primeiro ou não, considerando a condição do pitch.

Além da inspeção dos capitães, a cobertura também deve ser removida para que os árbitros possam julgar a qualidade da superfície e atestar sua adequação para o jogo. Além disso, os responsáveis pela manutenção também devem demarcar a área da popping crease e ajustar as balizas antes de o jogo começar.

Caso o clima interrompa a partida na metade, o campo não só deve ser coberto imediatamente, como também deve ser descoberto o mais rápido possível. Isso também visa evitar que o pitch seja danificado pela chuva ou orvalho, o que pode levar à condição conhecida como wicket pegajoso; uma que representa um risco tremendo de lesões.


Sendo assim, cobrir o campo é uma questão fundamental para garantir um pitch saudável que seja apropriado para um jogo competitivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2023 Efbet 365