É permitido pedir uma bola fora depois de acertá-la no tênis?

No tênis, se uma bola caiu ou não fora das linhas geralmente é decidido pelos árbitros de linha ou pelo árbitro da cadeira. No tênis profissional, um jogador também pode indicar se a bola caiu dentro ou fora, se a indicação não tiver sido feita pelos árbitros oficiais.

O momento para pedir uma bola dentro ou fora é crucial. Primeiramente, é importante lembrar que um jogador só pode pedir quando a bola cai do seu lado da quadra. Segundo, o jogador precisa pedir imediatamente após ele vir a bola caindo fora. Depois que o pedido é feito, o oponente pode desafiar o pedido do jogador. No tênis, mesmo que só 1% da bola toque a linha, será considerado dentro. Então é natural que os jogadores cometam erros ao fazer o pedido e a tecnologia moderna permite revisá-los.

Quando o jogador pede uma bola dentro ou fora, ele não pode fazer o pedido depois de atacar a bola. O pedido precisa ser feito dentro de segundos após a bola ser lançada. Quadras de saibro são uma exceção quando se trata do pedido de linha. A bola geralmente deixa uma marca na quadra de saibro. Se um jogador aponta uma bola ‘fora e depois verifica a marca só para constatar que foi ‘dentro’, o jogador que apontou a bola ‘fora’ perde o ponto.

Também é aconselhado que em partidas não oficiais, os jogadores só façam o pedido depois que a bola pousar e não quando ela ainda está no ar. Num cenário assim, se a bola cai dentro depois que o jogador aponta uma bola fora, isso pode criar uma divergência entre os jogadores.

O sistema Hawkeye e outros avanços tecnológicos permitiram que o tênis profissional se tornasse mais preciso do que nunca. Os árbitros na quadra e os jogadores quase sempre chegam a uma conclusão quanto aos pedidos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *