A música dos cassinos predispõe os jogadores a riscos mais altos?

Muitas pessoas visitam cassinos semanalmente, mas poucas param para pensar nos truques que esses estabelecimentos empregam. Qual é o impacto da música no engajamento dos clientes? Nós explicaremos isso nos parágrafos a seguir.

Pode parecer estranho, mas lá em 2014, um grupo de cientistas psicossociais noruegueses (sim, esse é mesmo o nome do emprego deles na Noruega) decidiu investigar se a música de fundo afeta os apostadores e se afeta, como exatamente.
O experimento começou com um jogo de cartas que seria jogado pelos candidatos enquanto cada um usava fones de ouvido que tocavam diferentes tipos de música. O estudo era pequeno, com apenas 101 participantes – 72 mulheres e 29 homens formados em psicologia pela Universidade de Bergen, Noruega. A idade dos participantes variava de 18 a 29, com uma média de 21 anos.
Para resumir a história, os pesquisadores descobriram que poderia haver uma conexão entre música lenta e rápida e a propensão em demonstrar um comportamento para apostas mais arriscadas. Vale destacar que não havia grupo de controle (cada um dos 101 participantes ouvia música enquanto jogava), o que pode ser uma falha de concepção até certo ponto.

Os cientistas psicossociais descobriram que havia uma conexão entre a música e o comportamento dos apostadores. Música mais lenta encorajava os voluntários a jogar por mais tempo, ao passo que música mais rápida diminuía seu tempo de reação. A maioria das apostas era feita em um período de tempo relativamente curto.

Incidentalmente, o relatório norueguês destaca que já em 1912, cientistas proto-psicossociais alertavam para a mescla de música e caça-níqueis. No mesmo ano, informações adicionais sobre apostas foram publicadas, o que serviu como instrução para os jovens daquela época.

Adicionalmente à conclusão do experimento norueguês que compartilhamos acima, evidências sugerem que algumas músicas de fundo podem ser úteis para os cassinos. Mas se você esteve em um cassino recentemente, você deve ter reparado que ele tocava uma música condizente. Observações pessoais mostram que a música de fundo tende a combinar com a demografia do cassino. Se o cliente típico tiver mais de 40 anos, então ele vai tocar música dos anos 90. Conforme anoitece, a música muda para incluir os últimos sucessos dos artistas do momento.

Você mesmo pode fazer um experimento da próxima vez em que visitar um cassino. Por um momento, pare e ouça a música no plano de fundo. Olhe em volta para ver qual faixa etária domina o espaço.

O que a música de fundo consegue?

Pessoas jovens não veem o cassino como um lugar onde elas podem perder dinheiro, mas como um lugar para fazer festa. E é uma festa onde ninguém tem pressa para ir embora. Se elas gastarem o que ganharam durante a semana, elas não se preocupam, porque elas serão pagas de novo ao fim da próxima semana.

Pessoas mais velhas, por outro lado, vão a cassinos principalmente em seu tempo livre. Elas podem ter uma abordagem mais moderada, mas a música afeta elas também. Você não precisa de um time de cientistas psicossociais para provar que a música de fundo pode afetar o seu humor. Músicas alegres e especialmente canções que você ama fazem você se sentir melhor, o que, por sua vez, o predispõe a apostas maiores.

Embora as máquinas já tenham sido configuradas e o cassino não queira mais nada de você à primeira vista, a música de fundo é um fator-chave para o sucesso do cassino. Os cassinos caminham numa linha tênue em sua escolha de música de fundo. Ela deve evocar emoções positivas e um sentimento de conforto, segurança e bem-estar nos visitantes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *