O que é um bisque no tênis?

Antes de 1890, a pontuação do tênis costumava ter um recurso conhecido como bisque. Idealmente, bisque é uma palavra usada para descrever uma sopa grossa feita de lagosta ou lagostim. Não há evidências que apontem como a palavra foi parar no esporte.

Um bisque é um ponto reivindicado por um jogador em qualquer estágio da partida sem qualquer aviso. O bisque foi introduzido como um recurso que poderia equilibrar o nível de jogo de dois jogadores. Ele visava reduzir qualquer propensão para um jogador. A introdução dos cortadores de grama no tênis, croquet e no golfe tornou o campo igual para ambos os jogadores, o que levou à introdução dos handicaps, onde um jogador é considerado melhor do que o outro. O Bisque visava reduzir essa disparidade entre os dois jogadores.

regra do bisque no tênis

Um bisque não pode ser pedido por um jogador durante um deuce ou um tiebreak. Uma das grandes desvantagens do bisque é que não havia limites com relação a quantos bisques um jogador podia pedir numa partida. Além disso, ele só podia ser usado por um jogador que estivesse recebendo, não um que estivesse no saque. Isso frequentemente criava problemas no sistema de pontuação, e como resultado, a Associação de Tênis de Grama decidiu abolir a regra em 1890.

Um dos significados da palavra bisque é “cozido duas vezes”, sendo usada pela primeira vez nos anos 1660. Como a terminologia no tênis permitia que o retornador “cozinhasse” um ponto adicional durante a partida, é possível levantar hipóteses que expliquem como a palavra foi parar no esporte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Betano Brazil