Posição de ala no futebol

Não importa se você é um técnico ou um jogador experiente, ou mesmo um leigo, você precisa conhecer alguns princípios básicos do jogo. Por exemplo, uma das coisas fundamentais ao treinar um jogador, que idealmente começa na infância, é a habilidade do técnico em selecionar a melhor posição para esse jogador.

Embora os jogadores em um time só possam ter uma posição, as táticas evoluíram para permitir escolhas mais flexíveis. Isso faz a diferença entre o futebol do passado e o futebol de hoje.

Neste artigo, nós vamos discutir a posição de ala. Esta posição é similar ao atacante tradicional, sendo que a diferença é que o primeiro joga de ambos os lados, o que lhe permite marcar gols e dar assistências aos seus companheiros. As formações em que a posição de ala aparece mais proeminentemente são 4-2-3-1, 3-4-3 e 4-3-3.

Os alas jogam nas partes mais abertas do campo. Eles precisam ter controle de bola perfeito e também a habilidade de jogar com poucos espaços e no 1 contra 1 sem deixar a bola sair do campo. A maioria dos alas é de baixa estatura e é bem veloz. Este é um pré-requisito para um jogador de sucesso, mas há exceções.

Como já foi mencionado, a função dos jogadores mudou tanto que um jogador pode realizar várias funções, o que aumenta a eficiência geral do time. Os alas de hoje jogam de maneira mais agressiva do que no passado.

Como resultado de tudo isso, você vai encontrar alas hoje que contribuem e dão mais assistências para gol do que faziam há uma década. Jogadores como Cristiano Ronaldo, Arjen Robben e Franck Ribery aperfeiçoaram este tipo de jogo e são exemplos perfeitos de alas.

Se você já se perguntou quais são os fatores que determinam se um jogador é bom nessa posição, eles são vários:

⦁ Resistência – a posição de ala é a mais intensa de todas. Os alas têm que correr para o ataque se o seu time está atacando e depois correr de volta bem rápido para defender seu gol;

⦁ Velocidade ​​– velocidade é um dos fatores mais importantes sem dúvidas, tanto ao avançar quanto ao retornar para um jogo defensivo. O ala tem que ser rápido;

⦁ Drible – jogando numa zona onde a bola frequentemente sai do campo, o drible é extremamente importante para permitir que o ala supere a defesa do time adversário e marque ou dê assistência;

⦁ Habilidade de centralizar – centralizar é provavelmente a atividade mais frequente de um ala. Se ele centraliza bem, ele se torna muito útil para o time;

⦁ Habilidade defensiva – às vezes, o ala tem que cobrir as vulnerabilidades na defesa, usando sua velocidade para frustrar o oponente;

⦁ Entendimento – por último, mas não menos importante, um bom entendimento do jogo permite que você entenda e neutralize as jogadas do adversário.

Para muitos times, o ala tradicional continua sendo um ativo valioso. Ele corre pela lateral e centraliza. Isso torna a posição crucial no ataque e na realização de passes em vez de atacar.

Alas no futebol

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *