Posição de zagueiro central – Clássico, Contenção e Cobertura

Os zagueiros centrais são a última linha de defesa contra jogadas ofensivas do time oponente que visa chegar à área. Eles se posicionam entre a linha de meio campo e o goleiro.

É essencial que um zagueiro central tenha a altura e a estrutura corporal certas, porque elas desempenham papéis importantes na formação da barreira e na defesa em situações estáticas (tiros livres, escanteios, etc.).

Existem alguns tipos de zagueiros centrais, de acordo com as funções adicionais que certos jogadores possuem:

O zagueiro central é a função clássica de um defensor, cuja tarefa é impedir os ataques do time adversário e mandar a bola para a frente quando necessário. Em caso de táticas mais agressivas dos oponentes, esse tipo de defensor é mais útil devido à sua habilidade de roubar a bola e por seu jogo de drible elegante. Na defesa, o zagueiro central se desloca junto com os outros defensores. Eles visam distribuir suas tarefas de maneira bem-sucedida e respectivamente para impedir ao máximo as ações ofensivas. A posição de zagueiro central clássico se divide em 3 subtipos com diferenças menores:

 – Defesa – o jogador é instruído a não ficar com a bola por muito tempo quando pegá-la, e também a se manter aproximadamente na mesma posição, não se envolver em jogadas ofensivas na outra metade do campo;

Contenção – eles assumem parcialmente as funções dos meio-campistas defensivos sempre que necessário e pressionam os ataques dos adversários logo no meio do campo. A desvantagem é que se alguém os supera, o ataque contra um único defensor provavelmente acabará em gol;

 – Cobertura – similar ao primeiro tipo, eles têm que afastar todas as bolas e, em particular, as bolas atrás da linha de defesa. Este tipo de jogador é usado como uma defesa secundária, ajudando os outros defensores.

Exemplos de zagueiros centrais clássicos: Carles Puyol, Roberto Carlos, Ronald Koeman e outros.

O Zagueiro que Joga com a Bola é uma posição similar ao zagueiro central clássico, mas com uma diferença. Esse tipo de jogador frequentemente se ocupa com a organização parcial de contra-ataques quando estão com a bola. Na maioria das vezes, os jogadores nesta posição procuram por passes rápidos para os volantes ou diretamente para os alas a fim de formar um contragolpe o mais rápido possível para o seu time.

Exemplos de jogadores nesta posição são Bobby Moore, Rio Ferdinand, Ricardo Carvalho, Gerard Piqué i Bernabéu, Van Dijk e outros

O ZC Pragmático é uma posição cuja tarefa é pegar a bola e afastá-la daquela zona do campo sem correr nenhum risco desnecessário. Esta, na verdade, não é uma função de construção ofensiva, mas também é uma das funções mais importantes para evitar gols devido a erros simples cometidos em sua própria área penal.

Exemplos de jogadores assim na Premier League inglesa são Robert Huth, Wes Morgan e Toby Alderweireld.

Técnicos como Bielsa, Pochettino e Pep Guardiola são verdadeiros mestres em alternar as posições durante o jogo. Eles avaliam qual seria a melhor função em certa situação e isso garante grandes vantagens contra os times que não estão cientes das práticas do futebol em times maiores e melhor treinados.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *