Quanto tempo dura uma partida de tênis?

Uma partida de tênis pode ser jogada como uma partida melhor de três ou melhor de cinco sets. O formato de cinco sets é visto nas partidas do grand slam masculino, que compõem o nível mais alto dos torneios (Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon, Aberto dos Estados Unidos). O número de sets numa partida é um fator crucial a determinar a duração de uma partida.

Outro fator importante na decisão da duração de uma partida de tênis é o formato da pontuação. Nos grand slams, cada torneio tem suas próprias regras quando uma partida entra no quinto set. No Aberto da Austrália, um tie-break de 10 pontos decide a partida quando o placar do quinto set está empatado em 6 games para cada. No Roland Garros, também conhecido como Aberto da França, a partida termina quando há uma diferença de dois games, sendo assim, não há tie-break no quinto set. Wimbledon introduziu uma regra para o tie-break no quinto set em 2019, de acordo com a qual o tie-break é disputado quando há um empate em 12 pontos, em vez do 6-6, e aquele que levar o game extra vence a partida. O Aberto dos Estados Unidos foi o primeiro a introduzir a regra do tie-break no quinto set entre os slams. Suas regras para o tie-break no quinto set são as mesmas do tie-break do set convencional, onde o primeiro a alcançar 7 pontos com uma diferença de dois pontos ganha o set.

A duração de uma partida de três sets raramente excede a marca de três horas. Uma partida de cinco sets geralmente alcança a marca de duas horas e meias se a partida termina em sets diretos. No entanto, houve múltiplas ocasiões em que a duração de uma partida de tênis foi além da nossa imaginação. Vamos dar uma olhada nessas ocasiões.

A partida mais longa da história do tênis profissional foi disputada na primeira rodada do Campeonato de Wimbledon em 2010, quando John Isner derrotou Nicholas Mahut depois de jogarem por 11 horas e 5 minutos ao longo de 3 dias. Wimbledon não tinha a regra do tie-break no quinto set na época. Assim sendo, o placar do quinto set ficou 70-68.

Outras partidas mais longas dos outros três slams não excederam a marca das 7 horas. Em 2012, Novak Djokovic derrotou Rafael Nadal após 5 horas e 53 minutos na final. Esta é, até hoje, a final mais longa da história do slam. Fabrice Santoro e seu compatriota Arnaud Clement jogaram uma partida de 6 horas e 33 minutos na primeira rodada do Aberto da França em 2004, que foi a partida mais longa da história do torneio. Por fim, o Aberto dos Estados Unidos viu sua partida mais longa ser disputada em 1992, quando Stefan Edberg derrotou Michael Chang nas semifinais depois de 5 horas e 26 minutos.

Em partidas de melhor de três sets, a semifinal de Rafa Nadal e Novak Djokovic no Madrid Masters de 2009 é considerada a partida mais longa na história dos eventos Masters. Ela durou um pouco mais de quatro horas, sendo que Nadal venceu a partida por 3-6 7-6 7-6.

Na categoria feminina, todas as partidas, incluindo os slams, são jogadas em partidas de melhor de três sets. A partida mais longa foi disputada em 1984 entre Vicki Nelson e Jean Hepner num torneio em Richmond. Nelson venceu a partida após 6 horas e 31 minutos. O placar final ficou em 6-4 7-6.

A duração de uma partida de tênis, sendo assim, depende muito do formato da pontuação, da intensidade dos jogadores e da superfície na qual a partida está sendo disputada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *