Volante

As posições defensivas estão sempre entre as mais importantes no futebol. Se elas permitirem muitos gols e que os jogadores ofensivos mais perigosos avancem, isso impactaria nos esforços do resto da equipe, tornando a vitória mais difícil de ser alcançada.

Um volante tenta ficar perto da defesa de seu time, protegendo o goleiro. A posição geralmente é subestimada, porque esses jogadores raramente fazem gols, mas ela na verdade é uma posição-chave para a estratégia da equipe inteira. A defesa é a base de todo jogo, você pode perguntar a qualquer bom técnico. É por isso que os meio-campistas (e os meio-campistas defensivos em particular) são tão essenciais.

Os jogadores nessa posição geralmente são pessoas com muito vigor. Bom físico e velocidade são outras qualidades potenciais necessárias. Eles tendem a se tornar os líderes do time (capitães) rapidamente.

A principal tarefa dos volantes é cobrir as brechas abertas durante a fase ofensiva, quando eles não têm a bola. Muita energia é necessária até que todo o jogo do time seja reorganizado. A função de volante em si é muito estratégica, especialmente no jogo 1 contra 1.

Uma das tarefas secundárias, porém importantes, do volante é lidar com as bolas aéreas. O jogador bem estruturado clássico tem a habilidade de interceptar o máximo de bolas do tipo, permitindo que sua equipe comece um contragolpe.

Durante as jogadas ofensivas, esses meio-campistas basicamente cobrem as posições. Não se espera que eles façam gols ou deem assistências, mas que apoiem o time em caso de um contra-ataque do oponente.

Vamos dar uma olhada nas diferentes funções do volante uma por uma. As mais comuns são:

Volante de contenção típico – seu trabalho é cobrir as brechas na linha defensiva e evitar que os oponentes organizem contra-ataques rápidos, além de cobrir os meias ofensivos quando eles tiverem a bola;

Armador defensivo – este subtipo de posição tem outra tarefa (além da tradicional), que é passar para os meias-atacantes rápidos;

Volante de recuperação – no geral, estes meio-campistas não são parte da linha ofensiva do time. Eles só têm que impedir qualquer oponente em contra-ataque de passar;

Pivô – assim como o nome sugere, este meio-campista tem que manter uma distância igual entre a linha defensiva e do meio-campo, de modo que o oponente não passe sem dificuldades;

Beque – suas tarefas são defensivas e ofensivas. Estes jogadores são usados quando seu time está uma classe acima do outro, de modo que o oponente raramente alcança a área;

Meia-armador – este meio-campista é mais livre em suas ações para ajudar a empurrar o oponente para sua metade do campo.

É claro que os subtipos dessa posição são bem particulares e as táticas dos jogadores de futebol podem ser trocadas com bastante frequência dependendo da condição do time e outros fatores.

Jogadores famosos nesta posição: Gennaro Gattuso é um exemplo típico de um meio-campista que joga duro e corre bastante durante os 90 minutos da partida. Entre outros meio-campistas, temos Carlos Dunga, Cambiaso, Essiene e Schweinsteiger. Sergio Busquets do Barcelona é um exemplo de um volante em atuação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *